Ao pai da implantodontia moderna deixamos a nossa homenagem

top

Pai da implantodontia moderna, descobridor do fenômeno da osseointegração, ele era um homem a frente do seu tempo e contribuiu muito para o exercício da implantodontia.
A osseointegração foi descoberta pelo restante do mundo quando um dos mais importantes pesquisadores da área do Desenvolvimento de Substitutos Artificiais de Raízes Dentais, da Universidade de Toronto-Canadá, George Zarb, conheceu a pesquisa de Brånemark e divulgou seus conceitos numa conferência sobre “Osseointegração na Clínica Odontológica”, em Toronto, em
1982.

Per-Ingvar Brånemark visitou o Brasil pela primeira vez em 1988 e em 92 voltou com uma equipe clínica internacional, para realizar a reconstrução de problemas maxilofaciais no Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais da Universidade de São Paulo (Centrinho), em Bauru (SP). A partir disso, o pesquisador e médico passou a visitar o País com objetivos clínicos e de pesquisa. Há alguns anos, Brånemark decidiu levar o Centro de Osteointegração de Gotemburgo (Suécia) para regiões com aplicações clínicas mais desafiadoras e escolheu o Brasil para abrigar a sua sede global. A escolha do pesquisador foi feita por confiar e acreditar no potencial do País e de seus profissionais em Odontologia e assistência à saúde e por saber da dificuldade dos brasileiros em ter acesso a tratamentos implantodônticos.

Dessa ideologia nasce o Instituto Branemark, associação sem fins lucrativos, focada em pesquisa e atendimento social, inaugurada em 2005 e mantida por recursos tanto de doações nacionais quanto internacionais.

 

02-large

Branemark faleceu no ano passado, aos 85 anos,  em Gotemburgo, na Suécia. A DSP Biomedical deixa aqui a nossa homenagem ao pai da osseointegração.

 

Comentários

comentários

1 responder
  1. André Orlandini
    André Orlandini says:

    Obrigado ao pai da implantodontia moderna e as empresas que participam até hoje desta fantástica história escrita a cada dia pelos profissionais e pela dsp.

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *