Implante Flex Cone Slim

Paciente R.C.M, 26 anos, procurou atendimento no consultório particular para avaliar a possibilidade da instalação de implantes dentários para a reabilitação do dente 31 (incisivo central inferior esquerdo).

Clinicamente, observamos a presença do dente 71 na região do elemento 31. O dente 71 apresentava-se com mobilidade, reabsorção radicular, mas com ausência de sinais clínicos de patologias periodontais. Inicialmente solicitamos um exame radiográfico para uma melhor avaliação da estrutura anatômica do local indicado. Em sua anamnese não constatamos nenhuma alteração de saúde, alergias ou patologias de base dignas de nota.

foto-01

Radiografia Inicial

Em Abril de 2015 procedemos com a exodontia do dente 71 e a instalação imediata de um implante DSP Biomedical – Flexcone Slim. O implante escolhido tem uma plataforma tipo Flexcone de 3.0 mm de diâmetro, corpo do implante com 2.5 mm de diâmetro e 11,5 milímetros de comprimento. Temos, com esse modelo de implante, a opção de fazer uma prótese parafusada ou cimentada, com uma plataforma reduzida e um bom comprimento, o que garantiu uma boa estabilidade inicial. O rebordo ósseo, observado durante o procedimento de instalação do implante, apresentou-se com pouco espessura, o que impossibilitaria a instalação de um implante de diâmetro maior sem a utilização de materiais de enxertos e/ou do uso de técnicas de regeneração óssea guiada. Radiografia com implantes.

foto-02

Radiografia do Implante

 

Realizamos a instalação de um provisório adesivo imediato no local após a exodontia e a instalação do implantes Slim. No pós-operatório imediato a paciente retornou ao consultório após ter relatado a ocorrência de um trauma físico na região do implante instalado.

Observamos clinicamente uma leve movimentação palatina do implante instalado. Optamos, naquele momento, no reposicionamento digital do implante e na manutenção deste implante por 06 meses antes de iniciar sua ativação e a imposição de carga por meio de uma coroa provisória. Em outubro de 2015 procedemos então com a confecção e a instalação de uma coroa provisória cimentada. Já podemos observar neste momento uma boa manutenção das papilas gengivais medial e distal.

imagem-04-05

Durante o período de uso da coroa provisória, alteramos a anatomia e volume da coroa provisória como um conformador do desenho e arquitetura gengival.

foto-03_menor

Em junho de 2016 a paciente retorna para a confecção da coroa cerâmica sobre o implante. O implante apresentou-se radiograficamente e clinicamente estável.

Procedemos com a confecção da coroa cerâmica cimentada.

imagens-6-7-8-9-10

 

A paciente R.C.M segue em acompanhamento clínico e radiográfico apresentando bons resultados estéticos e funcionais para a reabilitação do dente 31.

Veja mais sobre o Implante FlexCone Slim em: http://dspbiomedical.com/flexcone/

 

Caso Clínico desenvolvido pelo Dr. Guilherme Rosetti

Pós Graduado e Especialista em Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Facial. Membro do Colégio Brasileiro de Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Facial Membro da International Association of Oral and Maxillofacial Surgery Membro do International Team for Implantology Filiado a AOCMF. Pós-graduação em Cirurgia Oral Menor Pós -graduação em Cirurgia da ATM Pós -graduação em Artroscopia da ATM.

Comentários

comentários