IOCP traz a Bauru a tecnologia da Cirurgia Navegada aplicada à odontologia.

Durante o dia  6 de outubro aconteceu  no IOCP,  no curso de implantodontia coordenado pelo Prof. Dr. Paulo Domingos a aula técnico e prática no contexto pedagógico de hipercontextualização,  com foco em cirurgias assistidas por computador. Aula teórica,  hands On de cirurgia guiada e demonstração ao vivo do uso do navegador cirúrgico em implantodontia, norteou o discurso do Prof. Dr. Gustavo Klein Consultor Científico da DSP Biomedical junto ao Prof.MSc Ricardo Toscano, Diretor Científico da DSP Biomedical.

01
Os procedimentos assistidos por computador (CAS) possibilitam a atuação do cirurgião de forma precisa e minimamente invasiva ao sitio cirúrgico. Os procedimentos assistidos por computador são compostos pela integração das ferramentas: ciência, tecnologia e engenharia avançada. Compreendem uma tecnologia através da qual são utilizados tomógrafos computadorizados (TC), obtendo imagens pré-processuais para gerar arquivos Dicom (Digital Imaging and communications in Medicine) empregando em softwares de projetos assistidos por computador, utilizados nos planejamentos cirúrgicos e processos de manufaturas de guias quando se faz necessário.

iocp2

A cirurgia computadorizada (navegada) consiste na visualização imediata da anatomia real do paciente com a combinação das imagens 3D adquiridas pela tomografia computadorizada exibidas em um monitor atualizado em tempo real pelo rastreamento de movimentos dos instrumentais cirúrgicos pelo sistema de rastreamento tridimensionais, minimizando a morbidade pós-operatória, auxilia o cirurgião na instrumentação cirúrgica  e instalação de implantes com precisão de acordo com o planejamento pré-operatório em software, evita danos as estruturas críticas, oportuniza o processo cirúrgico flapless, reduz a manipulação de tecidos moles. Esta modalidade cirúrgica se fundamenta fisicamente pelo sistema de coordenadas no plano cartesiano.

03

Também conhecido como espaço cartesiano que é um esquema reticulado necessário para especificar pontos num determinado “espaço” com dimensões. Um processo de registro de pontos (marcadores fiduciais) é necessário para integrar um ponto idêntico (coordenadas cartesianas x,y,z) no paciente real (coordenada cartesiana X,y,z) com o paciente virtual ( coordenada cartesiana x,y,Z) nas cirurgias CAS para que a cabeça e os instrumentais cirúrgicos possam ser movidos livremente no espaço bem como a navegação ser vista no monitor do computador que armazena o sistema.

A concepção Precisão Aumentada decorre da tecnologia LED Ativa integrada do navegador utilizado pela DSP Biomedical conhecido com DSP Imaging System, pois o rastreamento é completamente fluente em todas as direções, possibilitando ao operador a orientação do posicionamento (ângulo e profundidade) dos instrumentais cirúrgicos, sem efeito LAG (atraso na comunicação entre 2 aparelhos). A tecnologia do software adotada pela empresa possui interfaces intuitivas, fluxo de trabalho automatizado e imagens avançadas que oferecem facilidade de uso e possibilitam alteração do planejamento no trans-operatório rapidamente em contingência a alguma  intercorrência cirúrgica.

02

Referências Bibliográficas

1) Scarfe WC, Farman AG, Sukovic P. Clinical applications of cone-beam computed tomography in dental practice. J Can Dent Assoc. 2006;72:75–80.

(2) Hammerle CHF, Stone P, Jung RE, et al. Consensus statements and recommended clinical procedures regarding computerassisted mplant dentistry. Int J Oral Maxillofac Implants. 2009; 24 (Suppl): 126-130.

(3) Winter AA, Pollack AS, Frommer HH, Koenig L. Cone beam volumetric tomography vs. medical CT scanners.” Y State Dent J. 2005;

(4) CORREIA, Francisco; SALGADO, Abel. Tomografia computorizada de feixe cónico e a sua aplicação em Medicina Dentária. Revista Portuguesa de Estomatologia, Medicina Dentária e Cirurgia Maxilofacial, v. 53, n. 1, p. 47-52, 2012.

(5) NATIONAL ELECTRICAL MANUFACTURERS ASSOCIATION et al. Digital imaging and communications in medicine (DICOM). NEMA, 2009.

(6) BALSHI, Stephen F.; WOLFINGER, Glenn J.; BALSHI, Thomas J. A protocol for immediate placement of a prefabricated screw-retained provisional prosthesis using computed tomography and guided surgery and incorporating planned alveoplasty. International Journal of Periodontics and Restorative Dentistry, v. 31, n. 1, p. 49, 2011.

(7) HUMPHREY, Watts S. A discipline for software engineering. Addison-Wesley Longman Publishing Co., Inc., 1995.

(8)  Kobayashi K, Shimoda S, Nakagawa Y, Yamamoto A. Accuracy in measurement of distance using limited cone-beam computerized Int J Oral Maxillofac Implants. Ganeles J, Mandelaris GA, Rosenfeld AL, Rose LF. Image guidance for implants improves accuracy and predictability.  journal”Compend Contin Educ Dent.2011;

(9) W.De Vos, J. Casselman, G.R. Swenne Cone-beam computerized tomography (CBCT) imaging of the oral and maxillofacial region: a systematic review of the

literature Int J Oral Maxillofac Surg, 38 (2009), pp. 609–625

(10) FUSTER-TORRES, Ma Angeles et al. CAD/CAM dental systems in implant dentistry: update. Med Oral Patol Oral Cir Bucal, v. 14, n. 3, p. E141-5, 2009.

(11) Duret, Francois, Jean-Louis Blouin, and Bernard Duret. “CAD-CAM in dentistry. The Journal of the American Dental Association117.6 (1988): 715-720.

(12) GARIB, Daniela Gamba et al. Tomografia computadorizada de feixe cônico (Cone beam): entendendo este novo método de diagnóstico por imagem com promissora aplicabilidade na Ortodontia. Rev Dental Press Ortod Ortop Facial, v. 12, n. 2, p. 139-56, 2007.

(13) Sarment DP, Sukovic P, Clinthorne N. Accuracy of implant placement with a stereolithographic surgical guide. Int J Oral Maxillofac Implants 2003; 18: 571-577.

(14) Mischkowski RA, Zinser MJ, Ritter L, Neugebauer J, Keeve E, Zöller JE. Intraoperative navigation in the maxillofacial area based on 3D imaging obtained by a cone-beam device. Int J Oral Maxillofac Surg. 2007;36:687–94.

ng computer-aided navigation and an optical tracking system: case report and presentation of a new method. Journal of Cranio-Maxillofacial Surgery, v. 27, n. 2, p. 77-81, 1999.